0

Gravidez na Adolescência

Spread the love

Gravidez na Adolescência:

A Gravidez na Adolescência é um assunto sério que ser deve abordado tanto em casa, quanto na escola com objetivo de orientar os jovens adolescentes sobre dos riscos envolvidos em uma gravidez precoce.

Como, por exemplo, a depressão é um dos problemas e pode acontecer durante ou após o período de gestação.

Além dela, a jovem adolescente ao engravidar pode sofrer outros problemas como, parto prematuro e entre outros.

Segundo, os dados relevados pela Organização Mundial de Saúde, em 2018 o Brasil para cada mil adolescentes com idade entre 15 a 19 anos, 68,4 engravidaram e tiveram os seus filhos.

Esse número mostrou que o Brasil está acima da média latino-americana, que é aproximadamente 65,5.

No mundo, a média para nascimentos é de 46 para cada mil jovens grávidas. Nos Estados Unidos, por exemplo, o índice de gravidez é de 22,3 nascimentos para cada mil adolescentes grávidas com idade entre 15 a 19 anos.

Além disso, outro ponto do relatório divulgado pela OMS mostrou que a América Latina, em todo mundo é a única região com crescimento da tendência de gravidez entre as jovens de 15 anos.

Com base nesses dados observe os riscos que as adolescentes correm ao engravidar precocemente.

Problemas causados pela gravidez na adolescência

Tanto a mãe como também o bebê pode sofrer com consequências como, por exemplo, problemas físicos, psicológicos e também socioeconômicos.

Problemas para bebê

Os problemas que afetam o bebê acontecem porque a jovem ainda não está preparada emocionalmente e fisicamente para ser mãe, aumentando assim as chances de a criança nascer prematura.

Ficando fora do peso ideal para uma criança saudável, ou até mesmo com problemas no seu desenvolvimento.

  • Problemas físicos

A adolescente quando engravida não está com organismo pronto para uma gestação, o que consequentemente eleva a possibilidade de a bolsa se romper precocemente, além de poder causar aborto espontâneo e entre outros.

Além disso, a mãe após dar à luz a criança pode perder peso de forma considerável, e sofrer também com a anemia e problemas para formação dos vasos sanguíneos da placenta.

  • Problemas psicológicos

Geralmente quando as jovens engravidam não estão prontas psicologicamente para gestação.

Por causa disso, elas podem sofrer com problemas psicológicos como a  depressão pós-parto.

Além de poder sofrer também com a baixa autoestima e problemas de afeto com o bebê.

  • Problemas socioeconômicos

Geralmente quando as adolescentes engravidam acabam não conseguindo estudar e trabalhar.

Isso é comum porque elas não conseguem na maioria das vezes conciliar o estudo, trabalho e o cuidado com o bebê.

Além disso, é comum que as jovens mães sofram algum tipo de cobrança das pessoas desconhecidas ou da sua família.

Principais causas da gravidez na adolescência

A gravidez precoce acontece diante de diversos fatores como, por exemplo:

  • Problemas no seu ambiente familiar,
  • Baixo nível baixo social e financeiro,
  • Ter a sua primeira menstruação muito cedo,
  • Falta de informação sobre as formas de evitar uma gravidez.

Além disso, é importante ressaltar que esse problema pode acontecer em qualquer classe social, porém ela é mais frequente nas adolescentes de baixa renda.

Como evitar a gravidez na adolescência?

Para evitar a gravidez precoce é preciso esclarecer todas as dúvidas dos jovens sobre a sexualidade, mostrando como funcionam os métodos contraceptivos que ajudam a prevenir a gravidez.

Afinal, é utilizando esses métodos que as chances de engravidar diminuir consideravelmente, os contraceptivos são:

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Gravidez na Adolescência
  • Camisinha: Após a ejaculação ela deve ser trocada.
  • Espermicida: a aplicação é por meio da pulverização na vagina antes do contato íntimo e sempre deve ser usada com a camisinha.
  • Pílula anticoncepcional: Só deve ser usada com orientação do ginecologista, pois se tomada de maneira errada pode não evitar a gravidez.

A pílula do dia seguinte é um medicamente que só deve ser utilizado em caso de emergência como, por exemplo, quando o preservativo se rompe ou em caso de abuso sexual.

Isso porque a pílula desregula os hormônios femininos e não pode ser tão eficaz após 72 anos da relação.

Sendo assim, o melhor método para evitar a gravidez e também doenças sexualmente transmissíveis é a camisinha.

O que as jovens devem fazer ao engravidar?

Ao engravidar a jovem deve seguir as recomendações como, por exemplo, marcar uma consulta médica, dar início ao pré-natal e ter auxílio da família.

Além disso, também é preciso contar com auxílio médico de obstetras, psicólogos e também assistentes sociais.

Conclusão

Gravidez na Adolescência podem afetar a sua vida por muito tempo.

Esses são os riscos que uma adolescente grávida corre durante ou após o período de gestação, que podem afetar a sua vida por muito tempo.

Por isso, é recomendada a conscientização dos jovens sobre as consequências de uma gravidez precoce.  

Vamos compartilhar informação do nosso Blog para ajudar mais pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *